terça-feira, 25 de junho de 2013

LEITE!!! FAZ BEM OU MAL???

Olá a todos!!
A pedido de um amigo, hoje vou falar um pouco sobre os benefícios e malefícios do leite.

Actualmente o leite que é comercializado pode prejudicar a saúde. Ou seja, o leite de vaca industrializado proveniente de vacas alimentadas com hormonas e outros produtos tratados com pesticidas é bem diferente do leite que existia nas décadas anteriores. Existem grandes diferenças do leite retirado de vacas alimentadas em pastos verdes e do leite que se adquire em supermercados. Este leite comercializado tem caracteristicas bioquimicas e nutricionais bem diferentes que resultam da alimentação da própria vaca e posteriormente do processo de industrialização.

Em relação às crianças e adolescentes

Apesar de alguns malefícios, mesmo assim é menos prejudicial que os refrigerantes cheios de açucar. Então, nestes casos é preferivel beber leite evitando o consumo excessivo dos refrigerantes e outras bebidas gaseificadas. Mas também pode-se recorrer ao leite de origem biológica que não sofreu o processo industrial que é responsavel pela diminuição de qualidade original, sendo esse uma boa fonte de cálcio, proteínas, vitaminas e minerais.


Em relação aos mais velhos e à prevenção da osteoperose

Pois é...isto é mentira!
O leite industrializado não previne a osteoperose. Ou seja, a pasteurização do leite destrói as enzimas. Sendo uma delas bastante importante e essencial para a absorção do cálcio, a "fosfatase". Então que adianta o leite conter cálcio se não é possivel fazer a sua absorção? No fundo é como se estivessem a beber leite sem cálcio.  Se beber leite de origem biológica de vacas criadas em pastos verdes, alimentadas com produtos naturais, e se o leite retirado não sofrer posteriormente os processos de homogenização e industrialização, é uma boa fonte de cálcio e proteinas. Mas para pessoas com colesterol elevado ou sensiveis à lactose existem melhores opções.

Então onde obter o cálcio e as proteinas?

O que as pessoas procuram no leite e que este não dá, existem muitos outros alimentos que o dão. Sendo esses: Feijão, peixe, couves (os melhores: broculos e espinafres), cereais integrais, amêndoas e nozes em doses adequadas.
 

Curiosidades 1
" Investigações ligam os lacticínios à formação de artrite. Ou seja, num estudo com coelhos o cientista Richard Panush conseguiu “produzir” articulações inflamadas em animais apenas substituindo água por leite. Noutro estudo, cientistas observaram mais de 50% redução de dores de artrite quando os participantes eliminaram leite e lacticínios da sua dieta. "


Curiosidade 2
A universidade de Harvard declara que: " Lacticínios não fazem parte de uma alimentação saudável".

 
"A escola de Saúde Publica de Harvard enviou uma fortíssima mensagem ao departamento de agricultura dos Estados Unidos e a peritos de nutrição de uma forma geral através da última versão do guia alimentar "“Healthy Eating Plate”
"Os especialistas de Harvard declararam que o novo guia alimentar não só se baseou em sólidas investigações na área de nutrição, como também não foi influenciado por lobistas da indústria alimentar."
"A exclusão de lacticínios do “Healthy Eating Plate” baseou-se em afirmações de Harvard tais como:
“…o consumo excessivo pode aumentar o risco de cancro na próstata e possivelmente nos ovários”
“ … o cálcio é importante mas o leite não é a única, nem sequer a melhor fonte”

Nota:
Com isto, não têm de deixar de consumir lacticinios de uma só vez. Mas espero alertar para que tomem consciência que os lactícinios também não são os alimentos saudáveis que a publicidade quer fazer acreditar. Existe um grande mercado desses produtos!!!
Então fiquem atentos às caracteristicas do leite que encontram nos supermercados. Podendo escolher o leite de origem biológica e embalado de forma adequada. Este sim é uma fonte de cálcio, proteínas, vitaminas e minerais.


Espero ter ajudado a esclarecer o mito do leite!!
Principalmente ao meu amigo RICKY :))


 
 











 

1 comentário:

Anónimo disse...

e assim aprendemos sobre algo que pensávamos ter a maxima certeza.
desde há uma semana que o leite deixou de ser uma fonte de calcio para mim, faz-me falta pois o hábito era grande. mas o hábito fáz o monge nao é mesmo? e quem se habitua tambem se desabitua.

muito obrigado marisa, informações destas são preciosas para o bem estar de quem se quer cuidar.