sábado, 9 de outubro de 2010

Afinal o que faz a ASPIRINA?


Bom dia a todos!!
Estive um pouco ausente porque os últimos dias foram para estudar Farmacologia.
Como já vos disse, o que achar útil, vou tentar passar para vocês.

Em relação à aspirina, sei que muitas pessoas tomam e por diversas razões: os doentes cardíacos usam para um fim, os que têm uma dor de cabeça usam de outra forma, etc.....
Passo a explicar:
A aspirina pertence ao grupo dos Anti-inflamatórios não esteróides e o seu princípio activo é o ácido acetilsalicílico.
As suas indicações terapêuticas são para a dor, para a febre e para a inflamção, uma vez que este medicamento tem 3 funções: - analgésico, anti-pirético e anti-inflamatório.
Até aqui tudo bem.

Mas porquê que nos dizem sempre para tomar depois de comer?
E porquê que pessoas com problemas cardíacos passam a tomar uma aspirina por dia prescrita pelo seu médico? 

Pois é, afinal há mais para dizer sobre a Aspirina (ácido acetilsalicílico).

A aspirina quando tomada e absorvida vai usar um mecanismo de acção para o fim para o  qual é indicada, mas acontecem muitas outras reacções quando tomamos medicamentos e a aspirina não é excepção.

O mecanismo de acção:
A toma de aspirina vai diminuir umas enzimas as "ciclo-oxigenase" (cox1, cox2, cox3,....)que temos no organismo. (sendo a cox1 e a cox2, mais importantes para agora).
Estas enzimas existem para produzirem prostaglandinas.
Quanto à cox1, produz prostaglandinas não inflamatórias ou seja, elas existem no nosso organismo independentemente de haver inflamação ou não.
Quanto à cox2, produz prostaglandinas pró-inflamatórias, ou seja, a sua actividade é desencadeada perante uma inflamação.
A produção de prostaglandinas aumenta perante a dor, febre e inflamação, aumentando os seus efeitos.

Depois disto vou responder às perguntas:
  • A  cox1, está ligada à produção de prostaglandinas que protegem o nosso estômago da acidez do suco gástrico( líquido que se encontra presente no nosso estômago).
  • Também está ligada ao controlo da irrigação sanguínea dos nossos rins
  • Por ultimo, forma o "tromboxano A2" que é um agregante plaquetário (faz com que o sangue coagule, ou seja, que as plaquetas que constituem o nosso sangue e responsáveis pela coagulação sejam eficazes).
Se a Aspirina vai diminuir a acção destas enzimas, logo vai diminuir a produção de prostaglandinas.
Então temos as respostas:

Se existem menos prostaglandinas, o nosso estômago não está tão protegido, por isso é aconselhado tomar a seguir às refeições;

Se existem menos prostaglandinas logo o nosso sangue fica com menos agregantes plaquetários,  por causa da diminuição do "tromboxano A2", ou seja, para os doentes cardíacos  evita que se formem coágulos de sangue desnecessários causadores de muitas doenças, como por exemplo: uma trombose (AVC), um enfarte, etc.

Em relação aos rins, se as prostaglandinas controlam a irrigação, quando há uma diminuição de prostaglandinas logo vai haver uma deficiência de irrigação nos rins, por isso deve-se tomar especial cuidado a pessoas com insuficiência renal.

Sei que parece complicado, mas bem explicado até pode parecer simples.
Agradeço à minha professora Catarina Gomes!











Espero que tenha sido útil!!!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Doenças Cardiovasculares

Afinal o que é?

O QUE É A DIABETES?
A Diabetes é uma doença causada pela ineficácia ou falta de insulina.
A insulina é uma hormona fabricada no pâncreas, que serve para regular a quantidade de açúcar (glicose) no sangue.
Quando esta hormona não se produz em quantidade suficiente o nível de glicemia no sangue (quantidade de açúcar o sangue) aumenta.

QUAIS OS TIPOS DE DIABETES?
TIPO I, o pâncreas deixa de produzir insulina; começa geralmente na infância ou na juventude; é sempre necessário tratamento com injecções de insulina.
TIPO 2, o pâncreas produz insulina mas muitas vezes o organismo resiste à sua acção; este tipo de diabetes surge no adulto e por vezes está relacionado com o excesso de peso.


QUAIS OS SINTOMAS?
Não tratado, urina mais vezes e em grande quantidade, tem muita fome e muita sede, mas apesar disso pode estar magro e desidratado.
As senhoras têm com frequência infecções urinárias e prurido (comichão) vaginal.


QUE MAL TEM SER DIABÉTICO?
O açúcar (glicose) em excesso no sangue ao longo dos anos acaba por afectar várias partes do nosso corpo.
Os olhos, os rins, a circulação das pernas e dos pés, o funcionamento do coração e do sistema nervoso podem ficar alterados.
há também complicações quando nós não controlamos de forma indicada a doença.


PARA QUE SERVE A GLICOSE?
 A glicose é a forma mais simples de açúcar e serve de fonte de energia para o nosso corpo.
Quando nos mexemos, queimamos glicose para obter energia; para vivermos com saúde precisamos que todas as partes do corpo sejam alimentadas com glicose (açúcar).
A glicose que circula no sangue vem da transformação dos alimentos que comemos, a maior parte de alimentos ricos em amido.
Transportar a glicose da corrente sanguínea para as células é a tarefa de uma hormona chamada insulina.
As pessoas que sofrem de diabetes não produzem insulina em quantidade suficiente, chegando a não produzir mesmo nenhuma.
Acumulando assim a glicose no sangue, em vez de passar para as células.
Espero que tenha sido útil!

Apresentação



Olá a todos, inicío o meu blog com especial atenção ao estilo de vida dos mais crescidos.
Todos sabemos que um dia as chatices aparecem. Principalmente pelos hábitos alimentares, a falta de exercicio físico, a idade.....ou seja o caruncho!!!
Para todos aqueles que escolhem viver mais mas com qualidade, prometo que sempre que seja possível, partilho informações utéis e facéis de adoptar nos nossos dias.
Ainda não me apresentei, por isso esta conversa parece não fazer sentido.
Chamo-me Marisa, sou estudante de enfermagem, este ano mais ligada a adultos e idosos.
Agora já faz mais sentido tudo o que escrevi anteriormente!!!

Sei que parece uma chatice essa coisa de ter cuidado com a saúde, mas no fundo não é assim tão chato, se entrarmos nesse desafio com vontade de aprender, até se pode tornar engraçado.

Existem muitos capitulos relacionados com este tema, por isso vou simplesmente deixando algumas dicas.

Acordar mais bem dispostos, é fundamental! Eu falo por mim, existem manhãs difíceis.
Tomar um bom pequeno almoço. É uma alavanca para o dia.

Tal como qualquer outra máquina que não funciona sem energia, também nós não funcionamos se não comermos.

O facto de não se atribuir ao pequeno-almoço a importância que lhe é devida deve-se, talvez, ao seu próprio nome. Dever-se-ia, isso sim, chamar primeiro-almoço, para que se começasse a considerá-lo tão importante quanto o almoço ou o jantar.

A receita é simples: um pequeno-almoço completo compreende alimentos de três dos quatro grupos seguintes: cereis e derivados, legumes e frutos, leite e derivados e carne ou equivalentes.

Bem já escrevi muito, agora o desafio é:
fotos de pequenos-almoços  deliciosos!!!!    


o coração agradece


Beijos a todos!!!!!!